Publicidade do Site

Após 10 dias de greve, produtos na Ceasa começam a ser reabastecidos

Iniciou nesta segunda-feira (4), o processo de reposição dos produtos na Central de Abastecimento de Hortifrutigranjeiros (Ceasa) de São Luís, localizada no bairro Cohafuma. Vários caminhões estavam estacionados com grande quantidade de mercadoria, trazendo todos os produtos que estavam em falta na semana passada por causa da paralisação dos caminhoneiros. De acordo com os comerciantes,
Redação
04 jun 2018
Compartilhe
WhatsApp WhatsApp WhatsApp
Comente

Vários caminhões estavam estacionados com grande quantidade de mercadoria.

Iniciou nesta segunda-feira (4), o processo de reposição dos produtos na Central de Abastecimento de Hortifrutigranjeiros (Ceasa) de São Luís, localizada no bairro Cohafuma.

Vários caminhões estavam estacionados com grande quantidade de mercadoria, trazendo todos os produtos que estavam em falta na semana passada por causa da paralisação dos caminhoneiros. De acordo com os comerciantes, os produtos chegaram dentro do tempo limite e do prazo de validade.

Houve um aumento considerável nos valores de alguns produtos que começaram a diminuir na capital a medida que os caminhões descarregavam as mercadorias. Um dos produtos é o tomate, que estava custando o valor de R$10,00 o quilo e agora está no valor de R$4,00. Em algumas feiras de São Luís, o preço pode chegar até R$ 3,50. O valor do quilo do tomate é considerado normal, visto que, a caixa do tomate está sendo vendida no valor de R$70,00 e na semana passada custava R$100,00.

A batata-inglesa também era um produto que estava em falta na Ceasa e hoje está sendo vendida no valor de R$100,00. Na semana passada, uma caixa da batata-inglesa estava sendo vendida por R$200,00 e na crise do abastecimento o valor máximo chegou até R$350,00. A batata-inglesa é o único produto que ainda está com o valor superior comparado aos outros por causa das condições de plantio no campo.

A cebola foi vendida na semana passada no valor de R$110,00 e muitas eram da Argentina, agora já está circulando o produto nacional que está sendo repassado pelos locais.

Cerca de 80 caminhões descarregam mercadoria por dia na Ceasa e por semana são quase 600 caminhões cheios de produtos, esses produtos são levados para os mercadinhos, feiras e supermercados de São Luís.

 

 

Deixe o seu comentário!

Rádio Mais FM