Publicidade do Site

Explosões bancárias no Maranhão caem 75% entre 2014 a 2017

Jornal Pequeno – Como divulgou a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) nesta terça-feira (2), os índices de explosões bancárias em todo o Maranhão, em seus 217 municípios, apresentaram uma redução significativa de 75,5% entre os anos de 2014 e 2017. Segundo informado pelo seu delegado titular, Tiago Bardal, em todo o ano passado, ocorreram apenas
Redação
03 jan 2018
Compartilhe
WhatsApp WhatsApp WhatsApp
Comente

O delegado Tiago Bardal comentou entusiasmado sobre esta redução. (Foto: Gilson Ferreira)

Jornal Pequeno – Como divulgou a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) nesta terça-feira (2), os índices de explosões bancárias em todo o Maranhão, em seus 217 municípios, apresentaram uma redução significativa de 75,5% entre os anos de 2014 e 2017. Segundo informado pelo seu delegado titular, Tiago Bardal, em todo o ano passado, ocorreram apenas 13 detonações de caixas eletrônicos no Estado.

Bardal explicou que em 2014 foram registradas 48 explosões a bancos. Em 2015, ocorreram 53 casos. 44 ataques a agências bancárias aconteceram em 2016 e, para finalizar, apenas 13 em 2017, o que, comparando todos esses anos, gera uma porcentagem de queda no valor de 75,5%. Já fazendo uma análise entre os meses de dezembro de cada um desses anos, a redução surpreendeu, pois fechou em 100%, tendo em vista que 2017 não registrou nenhuma detonação de bancos.

Em 2014, dezembro fechou com 3 explosões. No ano de 2015, ocorreram 6 detonações. Em 2016, foram registradas 4 situações de ataques a bancos. Já em 2017, nenhum caso, como o delegado Tiago enfatizou. Em todo o ano passado, assinalou o titular da Seic, esta superintendência, por meio do seu eficiente Departamento de Combate a Roubo a Instituições Financeiras (Dcrif), prendeu e indiciou mais de 200 assaltantes de banco em todo o Maranhão.

 

Deixe o seu comentário!

Rádio Mais FM