Publicidade do Site

Fies 2018: inscrições começam na segunda-feira (19)

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) referentes ao primeiro semestre de 2018 iniciam na próxima segunda-feira (19) e se estendem até sexta-feira (23). Neste ano, passam a vigorar as mudanças nas regras do programa aprovadas pela Câmara dos Deputados em 2017. As alterações do chamado Novo Fies não agradaram as principais instituições de Ensino Superior
Redação
16 fev 2018
Compartilhe
WhatsApp WhatsApp WhatsApp
Comente

referentes ao primeiro semestre de 2018 iniciam na próxima segunda-feira (19), com mudanças.

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) referentes ao primeiro semestre de 2018 iniciam na próxima segunda-feira (19) e se estendem até sexta-feira (23). Neste ano, passam a vigorar as mudanças nas regras do programa aprovadas pela Câmara dos Deputados em 2017. As alterações do chamado Novo Fies não agradaram as principais instituições de Ensino Superior do Estado, acarretando na saída de diversas universidades do programa.

As novas regras serão aplicáveis aos contratos firmados a partir do primeiro semestre de 2018. Para os estudantes que possuírem contratos celebrados até o segundo semestre de 2017, será opcional a migração para o novo modelo.

As mudanças no Fies 

Tipos de contrato

– Como era até 2017: havia apenas um tipo de financiamento, para alunos com renda família per capita de até três salários mínimos e juros de 6,5% ao ano.

– A partir de 2018

Modalidade 1: destinada à oferta de vagas com juro zero para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. Nessa modalidade, o aluno começará a pagar as prestações respeitando o seu limite de renda, fazendo com que os encargos a serem pagos pelos estudantes diminuam consideravelmente.

Modalidade 2: destinada às regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, com recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento, para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos.

Modalidade 3: destinada a todas as regiões do Brasil com recursos do BNDES. Assim como a modalidade 2, será destinada para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos.

 

Deixe o seu comentário!

Rádio Mais FM