Final da Libertadores: tudo o que você precisa saber sobre Lanús x Grêmio

Globoesporte.com – Todos os olhos do continente estarão voltados ao Estádio La Fortaleza nesta quarta-feira, em um embate ferrenho que promete soltar faíscas por todo o ambiente inerente a uma final da Libertadores e o clima quente que se forma nos bastidores. A partir das 21h45, Grêmio e Lanús se enfrentam no duelo mais importante da
Redação
29 nov 2017
Compartilhe
WhatsApp WhatsApp WhatsApp
Comente

Bola rola para a decisão da América a partir das 21h45, no La Fortaleza, em Lanús

Globoesporte.com – Todos os olhos do continente estarão voltados ao Estádio La Fortaleza nesta quarta-feira, em um embate ferrenho que promete soltar faíscas por todo o ambiente inerente a uma final da Libertadores e o clima quente que se forma nos bastidores. A partir das 21h45, Grêmio e Lanús se enfrentam no duelo mais importante da América Latina, no jogo da volta da grande decisão continental. Vale o tri para os gremistas. Vale um título inédito ao Granate. Vale eternizar o nome na história dos dois clubes. Após vencer o jogo da ida por 1 a 0 na Arena, o Tricolor joga por um empate para erguer a taça.

Grêmio – Técnico: Renato Portaluppi

Renato planejou minuciosamente 2017 para fazer o Grêmio chegar ao momento mais importante do anocom força máxima. E a estratégia teria sido plenamente bem-sucedida não fosse o terceiro amarelo recebido por Kannemann no duelo na Arena. Por falar na arbitragem, os gremistas agiram nos bastidores para tentar – em vão – anular o cartão e pressionaram na Conmebol por um pênalti não assinalado em Jael. Polêmicas à parte, o Tricolor está pronto para fazer o “jogo e sua vida” em Lanús. A escalação só será revelada uma hora antes da decisão – como o treinador gosta tanto de decantar – mas Bressan será o parceiro de Geromel no último capítulo da saga pelo tri.

Provável escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Pedro Geromel, Bressan e Bruno Cortez; Arthur, Jailson, Ramiro, Fernandinho e Luan; Lucas Barrios.

Quem está fora: Kannemann, Marcelo Oliveira, Maicon e Douglas

Lanús – Técnico: Jorge Almirón

O Lanús chega à partida mais importante de seus 102 anos em clima de revanche. Antes da final, a diretoria acionou a Conmebol para reclamar de maus tratos a seus torcedores no duelo de ida, na Arena. Dentro de campo, o técnico Jorge Almirón se resguarda de uma dúvida na formação para tentar fazer história com o inédito título da Libertadores: o substituto do suspenso Braghieri na defesa. Herrera deve ser o escolhido, numa solução dieta. Mas o treinador pode deslocar Velázquez para a zaga, com Pasquini na lateral e o volante Aguirre como novidade.

Provável escalação: Andrada, José Gomez, Rolando Garcia, Herrera (Aguirre) e Maxi Velasquez; Marcone, Pasquini, Román Martinez; Alejandro Silva, Lautaro Acosta e José Sand.

Quem está fora: Braghieri, Ibáñez, Canuto e Di Plácido

Abitragem

O paraguaio Enrique Cáceres apita a decisão, auxiliado pelos compatriotas Eduardo Cardozo e Juan Zorrilla. O quarto árbitro, o árbitro de vídeo e seu assistente também são do Paraguai: Eber Aquino, Mário Díaz de Vivar e Milcíades Saldivar, respectivamente. O peruano Victor Carrillo será o outro auxiliar de VAR.

 

Deixe o seu comentário!

Rádio Mais FM