Publicidade do Site

Médico é preso após omitir socorro a recém-nascido no Maranhão

O médico Paulo Roberto Penha Costa foi preso por volta de 3 da manhã, desta quinta-feira (1º), em Pinheiro por omissão de socorro. Ele se negou a atender um recém-nascido em estado grave que chegou ao Hospital Materno Infantil porque era da cidade de São Bento. A criança acabou vindo a óbito dentro da ambulância
Redação
01 fev 2018
Compartilhe
WhatsApp WhatsApp WhatsApp
Comente

Paulo Roberto Penha Costa foi preso após omitir socorro a recém-nascido em Pinheiro (MA). (Foto: Divulgação)

O médico Paulo Roberto Penha Costa foi preso por volta de 3 da manhã, desta quinta-feira (1º), em Pinheiro por omissão de socorro.

Ele se negou a atender um recém-nascido em estado grave que chegou ao Hospital Materno Infantil porque era da cidade de São Bento.

A criança acabou vindo a óbito dentro da ambulância que estava estacionada em frente ao hospital. O fato foi denunciado à polícia que se deslocou até o hospital.

Além de negar socorro à criança, o médico se recusou a dar explicações aos policiais e acabou sendo conduzido até a Delegacia.

O delegado Carlos Renato, da regional de Pinheiro disse que o médico relatou em seu depoimento que não prestou socorro à criança por conta de uma determinação da direção do hospital que diz que os pacientes devem ser atendidos na cidade de Viana.

O médico foi autuado em flagrante por homicídio culposo e ainda terá que pagar fiança de 50 salários mínimos.

A direção do hospital disse que encaminhará nota sobre o caso.

O advogado Lincoln Lima Sampaio que defende o médico Paulo Roberto Penha Costa, ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

 

Deixe o seu comentário!

Rádio Mais FM