Polícia caça criminosos que mataram ex-prefeito “Nenzin”

O ex-prefeito da cidade maranhense de Barra do Corda, Manoel Mariano de Souza, conhecido popularmente como “Nenzin” foi assassinado na manhã de ontem (6), enquanto retornava de uma visita a um advogado no loteamento Morada do Rio Corda (situado às margens da BR-226, na saída de Barra do Corda). De acordo com a polícia, “Nenzin”
Redação
07 dez 2017
Compartilhe
WhatsApp WhatsApp WhatsApp
Comente

De acordo com a primeira versão da polícia, o líder político de Barra do Corda retornava na manhã de ontem de uma visita ao seu advogado

O ex-prefeito da cidade maranhense de Barra do Corda, Manoel Mariano de Souza, conhecido popularmente como “Nenzin” foi assassinado na manhã de ontem (6), enquanto retornava de uma visita a um advogado no loteamento Morada do Rio Corda (situado às margens da BR-226, na saída de Barra do Corda). De acordo com a polícia, “Nenzin” estava no banco do carona de uma caminhonete dirigida por um de seus filhos, conhecido como Júnior do Nenzin quando pediu para parar o carro supostamente para urinar. Segundo a polícia, neste momento, “Nenzin” foi abordado por dois homens ainda não identificados, que estavam em uma moto. Um deles atirou no pescoço do ex-prefeito. O fato ocorreu por volta das 8h30.

A versão mais provável, inclusive considerada pela Polícia Militar do Maranhão (PM), é de que o crime tenha sido por encomenda, pelo fato de não ter sido levado nenhum pertence da vítima. “O caso tem características claras de crime de pistolagem”, disse a polícia. Apesar da ação violenta, o filho do ex-prefeito não foi atingido por nenhum disparo. Até o fim da tarde de ontem a polícia ainda não tinha informações sobre os suspeitos do crime.

Atendimento

Após ser atingido pelo disparo, “Nenzin” ainda foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Barra do Corda e em seguida, transferido para o Socorrão de Presidente Dutra, onde morreu após uma parada cardíaca por volta das 10h de ontem. O corpo do ex-prefeito foi periciado na tarde de ontem no Instituto Médico Legal (IML) de Teresina (PI) e em seguida liberado aos familiares que o trouxeram para a cidade de Barra do Corda, onde deverá ser enterrado hoje.

Moradores em frente a UPA em busca de notícias do ex-prefeito (Foto: Divulgação)

Equipes da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) foram enviadas a cidade de Barra do Corda. Os investigadores da delegacia regional de Presidente Dutra foram designados para apurar o caso. Procurada por O Estado, a cúpula da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão (SSP) não deu mais detalhes acerca das apurações do crime. Ao portal G1 Maranhão, a pasta estadual informou que “já foi instaurado inquérito para apurar o caso” e que as apurações serão conduzidas pela SHPP.

Em entrevista por volta das 13h de ontem no programa Rádio Patrulha, da Rádio Mirante AM, ao radialista Domingos Ribeiro, o superintendente de Polícia Civil do Interior (SPCI), delegado Dicival Gonçalves, deu poucas informações sobre o caso. Segundo ele, trata-se de um crime que deve ser apurado com exatidão pelos órgãos de segurança. “Precisamos ter calma e apurar o caso com exatidão. Trata-se de um crime repugnante”, disse.

Em contato com O Estado ontem à tarde, o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar do Maranhão (PM), tenente-coronel Marcos Lima, afirmou que equipes das Polícias Militar e Civil estão trabalhando exaustivamente na busca dos suspeitos do crime. “Estamos contando ainda com o apoio de equipes próximas na tentativa de capturar os autores deste crime o quanto antes”, disse.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), por meio da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), informa que já foi instaurado inquérito policial para apurar o caso, que será investigado pela Superintendência Estadual de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), em parceria com a Delegacia Regional de Barra do Corda. As forças de segurança estão em diligência para localizar os envolvidos no crime, que resultou na morte de Manoel Mariano de Sousa”.

Após a confirmação da morte de “Nenzin”, o clima era de verdadeira comoção na cidade de Barra do Corda. Nenzin era “extremamente conhecido” e querido no município onde era vinculado familiar e politicamente. O ex-prefeito deixa esposa e seis filhos, entre eles, o deputado estadual Rigo Teles (PV).

 

Deixe o seu comentário!

Rádio Mais FM